Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.0/5 (1184 votos)




ONLINE
7




Partilhe este Site...


O uso do véu nas igrejas !
O uso do véu nas igrejas !

1.COR. 11 Parece que, para Paulo, a ordem das funções entre os sexos opostos, já determinada na criação, não foi abolida pela salvação em Cristo Jesus. Ele afirma que todo homem que ora ou profetiza com a cabeça coberta desonra (envergonha) a sua cabeça (cabeça espiritual = Cristo). No versículo sete (7) ele mostra a razão pela qual o homem não deve cobrir a cabeça ao afirmar que ele "é a imagem e a glória de Deus".

Como o ponto culminante da criação, o homem, como nada mais pode fazê-lo, mostra a glória de Deus. Sendo assim, ao cobrir a sua cabeça, ele estaria desprezando o lugar de dignidade que lhe foi dado por Deus na ordem da criação. Por este motivo não é apropriado que a glória de Deus (o homem) se apresente com a cabeça coberta perante Ele na igreja.

Por outro lado, a mulher que ora ou profetiza sem usar cobertura desonra a sua cabeça (o homem e, por extensão, a Cristo). É então empregada uma linguagem bastante forte afirmando que é tão vergonhoso a mulher orar com a cabeça descoberta quanto seria ter a cabeleira rapada. Dizem alguns historiadores que, no contexto da cidade de Corinto, ter o cabelo tosquiado era identificar-se como uma das prostitutas cultuais da cidade.

Paulo queria que as irmãs entendessem que era tão vergonhoso orar com a cabeça descoberta quanto seria ser identificada como uma prostituta de um culto pagão. O motivo pelo qual a mulher deve cobrir a cabeça é por ser ela a glória do homem (pois ela foi feita para o homem - cf. v. 9).

A argumentação que se segue então é: se a glória de Deus (o homem) não deve apresentar-se perante Ele, na igreja, com a cabeça coberta, a glória do homem (a mulher) não deve apresentar-se diante de Deus, na igreja, com a cabeça descoberta (cf. v. 10). Já dissemos que, num certo sentido, na ordem da criação de Deus a mulher é subordinada ao homem.

Pois bem, assim como na criação há uma ordem, também na igreja ela deve ser reconhecida e manifestada através da cobertura que a mulher usa na cabeça. Na sua primeira carta aos crentes de Corinto, encontramos Paulo argumentando sobre o motivo pelo qual a mulher cristã deve cobrir a sua cabeça durante o culto público da igreja. É bastante provável que, ao expor o porque de as irmãs cobrirem a cabeça, o apóstolo esteja respondendo a uma pergunta desta igreja em relação a este assunto (cf. 12:1 "quanto aos...").

O que levou Paulo tratar sobre este assunto deve ter sido o fato de algumas irmãs não estarem cobrindo a cabeça durante o culto da igreja em Corinto. Na cultura de alguns povos antigos, uma mulher aparecer em público com a cabeça descoberta era, como diríamos hoje, agir de forma desavergonhada. Ainda hoje em alguns países do oriente as mulheres não saem na rua sem estar com a cabeça devidamente coberta.

Quais seriam então as razões para uma mulher cristã cobrir a cabeça nas reuniões da igreja? Haveria um motivo justo para que ainda hoje isto seja observado? Já que na nossa cultura, no nosso país não é vergonhoso sair à rua com a cabeça descoberta seria necessário então o uso de cobertura por parte das irmãs no culto da igreja?

Estas são perguntas que certamente tem sido feitas por muitos e que certamente são válidas.Para que possamos entender melhor este assunto é bom que tenhamos em mente que ela fala de três símbolos importantes na igreja de Yehoshua o Cristo: a cabeça, o pão e o vinho. O pão simboliza o corpo de Cristo que foi morto em nosso lugar, o vinho o seu sangue derramado a nosso favor para lavar nosso pecado e a cabeça simboliza uma hierarquia divinamente estabelecida.

Com isso em mente tentemos entender os seguintes motivos expostos por Paulo para justificar o velar da cabeça por parte da mulher cristã nos cultos da igreja.

HÁ UMA HIERARQUIA DIVINAMENTE INSTITUÍDA.

Esta hierarquia é posta na seguinte ordem Deus -> Cristo -> homem -> mulher; onde cada um dos três primeiros é cabeça do seguinte. Nesta Passagem cabeça não deve ser entendida como um sinal de superioridade e sim como fonte de derivação de autoridade, de origem (cf. 8,9).

A Bíblia é clara em dizer que Deus e Jesus Cristo são iguais (na verdade são um cf. Jo 518; Fp 2:6), mas como o Homem arquétipo, o segundo Adão, Jesus proveio de Deus. Como homem Jesus derivou-se de Deus. É nesse sentido que Deus é cabeça de Cristo. É Também nesse sentido que o homem é cabeça da mulher.

Em Gênesis 2 temos a narrativa da criação onde uma certa prioridade é atribuída ao homem (cf. Ef 5:22ss.; Cl 3:18,19; I Tm 2:11ss.). Lemos ali que a mulher derivou-se do homem quando, da costela deste, Deus a formou. É então com esta argumentação que Paulo inicia o assunto do uso de cobertura da cabeça no culto da igreja. Então, logo a seguir, continua a explicar qual deve ser a postura do homem e da mulher nas reuniões da igreja. A partir do versículo quatro (4-10) ele faz isso de forma mais direta.

Veremos então o segundo motivo dado pelo Espírito Santo, através do apóstolo Paulo, para que a mulher cubra a cabeça no culto. O uso de cobertura na cabeça indica submissão por parte da mulher a ordem estabelecida por Deus na criação. Portanto, assim como o homem por ser ponto culminante da criação e que não está subordinado a nenhuma outra criatura, não deve trazer sinal de subordinação sobre a cabeça, assim também, a mulher que foi feita do homem e por causa dele, deve trazer sobre sua cabeça um sinal de subordinação.

Indicando assim que aceita de bom grado a ordem hierárquica estabelecida pelo Senhor Deus.O versículo 15 diz que a glória da mulher é o seu cabelo. Assim como Deus tem a sua glória (o homem), assim como o homem tem a sua glória (a mulher), também a mulher tem a sua glória que é o seu cabelo. Talvez possamos entender com isso que assim como a glória do homem (a mulher) deve apresentar-se na igreja coberta, assim também, a gloria da mulher (o seu cabelo) deve, por sua vez apresentar-se coberta.

Passemos agora ao terceiro, e talvez mais profundo, motivo exposto pela Bíblia para a mulher cobrir sua cabeça.

HÁ UMA QUESTÃO ESPIRITUAL.

O versículo 10 diz: "Por causa disto deve a mulher ter autoridade (Gg. exousia) sobre a cabeça, por causa dos anjos" (NVI). A frase por causa disto (portanto), está se referindo ao que já foi argumentado nos versículos anteriores. Mas há aqui uma referência direta aos anjos como outro motivo pelo qual a mulher deve ter sobre a cabeça um sinal de autoridade.Em uma tradução pessoal do texto grego do versículo 10 cheguei ao seguinte resultado: "Por esta razão e por causa dos anjos, a mulher deve ter sobre a cabeça um sinal de autoridade." Fica, então, evidente que uma das causas pelas quais a mulher deve cobrir a cabeça são os anjos. A questão não é de escolha, de época, de gosto ou cultura, pois os anjos são supraculturais e atemporais. Quando eles são postos como motivo para o uso de cobertura, a Palavra nos amarra, por assim dizer, e toda argumentação a respeito do assunto não deveria fugir a este aspecto.